Arquivo do blogue

sexta-feira, 20 de julho de 2018

T-6G Texan

Resultado de imagem para T-6G Força Aérea Portuguesa
T-6G - Crédito Blog Ex-Ogma 
Avião que equipou em maior quantidade, desde sempre, a Aeronáutica Militar, a Aviação Naval e a Força Aérea.

As primeiras unidades foram recebidas em 1947, tendo-se mantido operacional até 1978.

Construídos pela North-American Aviation e chegados à aviação militar de diversas origens e versões, este avião fez de tudo um pouco, desde o treino de pilotagem até missões de combate de alta intensidade como aconteceu no teatro de operações africano.
A elevada quantidade recebida, que segundo algumas fontes ascendeu a 257 aviões, foram distribuídas pelas versões: AT-6A; AT-6B; AT-6C; AT-6F; AT-6D (versão naval SNJ-4); T6-G; Harvard Mk IIa; Harvard Mk IIb; Harvard Mk III e Harvard Mk IV, sem esquecer o SJN-4.

Posteriormente e à medida que os aviões operacionais foram submetidos a revisões mais profundas acabaram por ser transformados para a versão T-6 G.

Quanto à origem foram recebidos aparelhos dos Estados Unidos da América, Grã-Bretanha, França, República Federal Alemã e República Sul Africana.
A intensa utilização operacional, nomeadamente em combate, nos territórios africanos traduziu-se numa quantidade elevada de acidentes e, por consequência, num acrescido número de tripulações perdidas.


 
 25 de maio de 1949
Um AT-6A com a matrícula da Aeronáutica Militar 720 é perdido a região da Golegã, colidindo com o solo.
Perdem a vida o Alferes piloto José Góis Féria e o Furriel MMA Luís Silva.
09 de abril de 1953
Colide com o arvoredo, em Odivelas - Lisboa, quando sobrevoava a casa de familiares o Soldado aluno piloto António Nuno Pires Neves.
A aeronave destruída foo o AT-6A com a matrícula 1612 da FAP.
7 de outubro de 1953

Colide com o solo em Terrugem, Sintra o T-6G com a matrícula FAP 1637 e o número de série da USAAF 51-15194.
Morrem no acidente o Alferes piloto João Paulo Costa Amorim Alves e o Aluno piloto Manuel Nunes Alves.

8 de abril de 1954

Colide com um telhado em situação de voo a baixa altitude em São Martinho do Porto, Nazaré, um AT-6A, com a matrícula FAP 1602 e o número de série da USAAF 41-16040.
Perde a vida o Soldado aluno piloto Manuel Pedro de Oliveira Santos

3 de maio de 1955

Devido a colisão com o solo, perto da casa de familiares é perdido em Tovim de Baixo, Coimbra um SNJ-4 da FAP com a matrícula 1647, anterior I-1 da Aviação Naval.
Morre no acidente o Soldado aluno piloto Jacinto Barbosa.
 
09 de maio de 1955
O T6-G com a matrícula FAP 1646 e o registo USAAF 51-15196, colide com o solo em Vila Verde - Sintra, perdendo a vida o Aspirante aviador Alfredo Ribeiro Ramos.

11 de outubro de 1955

Devido a colisão aérea sobre Freiria, Torres Vedras, são perdidos um AT-6A com a matrícula da FAP 1603 e um AT-6C com a matrícula 1626.

Morrem o Soldado aluno piloto Joaquim Fernandes Mendes e o Soldado aluno piloto João Carlos N. Mota Lima.

1 de março de 1956

O AT-6A com a matrícula FAP 1619 e o número de série da USAAF 41-15868, despenha-se na lagoa de Óbidos, Caldas da Rainha, em voo a baixa altitude, provocando a morte do Soldado aluno piloto António Ferreira dos Santos.

9 de julho de 1956

Despenha-se na localidade do Sobreiro, Mafra, devido a avaria mecânica -hélice soltou-se- o Harvard MK.III com a matrícula FAP 1659 e o número de série da USAAF 42-44549.

Perde a vida o 1º Cabo piloto Vitor Sérgio da Cruz.

13 de agosto de 1957

Cai em Monte Real, Leiria, devido a manobra efetuada a baixa altitude, o T-6G com a matrícula FAP 1629 e o número de série da USAAF 51-15163.

Na colisão com o solo, perdem a vida o 2º Sargento piloto Lenine Ferreira e o 2º Sargento piloto Barros Oliveira.

30 de maio de 1958

Colide com edifícios, junto à casa da noiva do piloto, na Parede, Cascais, o Harvard MK.III com a matrícula da FAP 1669 e o número de série da USAAF 42-85024.

No trágico acidente perde a vida o Soldado aluno piloto Luís Filipe Ribeiro de Oliveira Monteiro.

10 de julho de 1958

Despenha-se no solo em Manaval, Torres Vedras, o SNJ-4 com a matrícula FAP 1652 e o número de série da USNavy 26715.

Morre no acidente o Soldado aluno piloto Henrique Faria Feliciano.
 
05 de fevereiro de 1959
Devido a voo a baixa altitude colide com uma duna em Vale de Janelas - Óbidos, o T-6G com a matrícula FAP 1627 e o número de série USAAF 51-15150.
Perde a vida no acidente o Capitão piloto aviador António Dias Lopes.

17 de agosto de 1959

É perdido na localidade de Estreitos, Oleiros um AT-6A com a matrícula FAP 1622 e o número de série da USAAF 41-16732.

No acidente ocorrido na aldeia dos pais do piloto, morre o Soldado aluno piloto Francisco Henriques Alves.

16 de agosto de 1960

Colide com o solo em Sintra, o T-6G da FAP 1621, com o número de série da USAAF 41-17145.

 Perde a vida o Soldado aluno piloto António Mendes Maia.

17 de junho de 1961

O T-6G com a matrícula FAP 1671 e o registo USAAF 53-4584 envolve-se numa colisão com outros aviões estacionados na placa em Negage, Angola.

No acidente morre o Furriel piloto José Joaquim Maurício Valadeiro.

19 de junho de 1961

Colide contra o terreno, após ter entrado em vrille, perto do Vimeiro - Torres Vedras, o Harvard MK.III com a matrícula FAP 1665 e o registo USAAF 42-85225, falecendo no acidente o Soldado aluno piloto Jaime Luís Pacheco Conceição.

3 de julho de 1961

Cai mar em frente a Santa Cruz – Torres Vedras o Harvard MK.III com a matrícula FPA 1660 e o registo da USAAF 88-16708.
No acidente morre o Alferes piloto aviador Escudeiro, tendo sido salvo outro tripulante.
 
25 de agosto de 1961
Colide contra o telhado de uma casa na aldeia natal do piloto, o SNJ-4 com a matrícula FAP 1654 e o registo USNavy 51392.
Morre no acidente o Soldado Aluno piloto Manuel de Oliveira Reis.
 

07 de novembro de 1961

Despenha-se no solo no lugar de Arcena, Alverca, o T-6G com a matrícula FAP 1632 e o registo da USAAF 51-15166.
Morrem no acidente o Aspirante piloto aviador João Carlos Leiperas Barreto e o Aspirante piloto aviador Bernardo Roque de Almeida.


29 de maio de 1962

Colide com a água no Rio Corubal, Guiné, o T-6G da FAP com a matrícula 1677 e registo da USAAF 51-14806.

Perdem a vida o Tenente piloto aviador José Cabaço Neves e o Furriel piloto Manuel Soares de Matos.

8 de outubro de 1962

Despenha-se em Cáceres, Espanha, o T-6G com a matrícula FAP 1704 e o registo da USAAF 51-14527

O Alferes piloto aviador José Manuel Rodrigues da Silva, perde a vida no acidente.

17 de outubro de 1962

É perdido no mar em frente a Santa Cruz, Torres Vedras, o T-6G 1699 da FAP com o registo USAAF 51-14669

Perde a vida no acidente o Soldado aluno piloto Armindo Martins Costa.

3 de abril de 1963

O T-6G com a matrícula FAP 1725 e o registo USAAF 51-14382, é perdido no mar em frente à Ericeira, Mafra, falecendo no acidente o Aspirante piloto Hugo da Costa Caldeira.
 
24 de abril de 1963
Perde a vida em Arganda - Espanha, quando tripulava um T6-G com registo da Força Aérea Espanhola E.16-73 e o registo USAAF 49-3231, o Soldado aluno piloto Artur Mamede Salazar de Eça.
Admite-se que a causa da queda tenha sido devida a falta de combustível e eventual desorientação.  

3 de maio de 1963

Colide com o solo, após manobra acrobática,  em Quiterajo, Moçambique, o T-6G da FAP 1676 e registo USAAF 51-14774.

Morrem no acidente o 2º Sargento piloto Carlos Marques Freitas e o 2º Sargento piloto Túlio Araújo Cunha Brandão.

22 de maio de 1963

Devido a colisão em voo, numa missão de ataque ao solo, em Tombali, Guiné, é perdido o T-6G, 1711 com o registo USAAF 51-15078.

O Furriel piloto Eduardo Nuno Ricou Casals morre na colisão.

O sargento piloto António Lobato, que tripulava o outro T-6G envolvido na colisão, foi feito prisioneiro pelo PAIGC, tendo sido somente libertado sete anos depois.
 
03 de julho de 1963
Colide contra o terreno no Linhó - Sintra, o T-6G com a matrícula FAP 1636 e o registo USAAF 51-15180.  O Acidente provoca um morto civil e ferimentos num Soldado aluno piloto. O Instrutor conseguiu saltar em paraquedas.

14 de outubro de 1963

 Colide com o solo, após manobra acrobática, em Olossato na Guiné, o T-6G com a matrícula FAP 1694 e o registo USAAF 51-14958.

Perde a vida o Capitão piloto aviador João Cardoso de Carvalho Rebelo Valente.

21 de janeiro de 1964

É destruído em missão de combate em Caiar, Guiné, o T-6G 1708 e registo USAAF 51-15044.

O Alferes piloto João Manuel dos Santos Pité perde a vida na ocorrência.

20 de março de 1964

Colide com o solo em Negage, Angola o AT-6A 1611 com o registo da USAAF 41-15826.

Morre no desastre o Furriel piloto António José de Oliveira Marques.

21 de outubro de 1964

O T-6G com a matrícula FAP 1717 e o registo USAAF 51-14348, colide com o solo em Mansoa na Guiné.

Perde a vida no acidente o Furriel piloto José de Sousa Rola Teixeira.

12 de dezembro de 1964

Atingido por estilhaços de uma bomba, é perdido em Mueda, Moçambique, o T-6G com a matrícula FAP 1693 e o registo USAAF 51-15047A.

Em consequência desta missão de combate, perde a vida o Major piloto aviador João António Lemos Silva Santos Gomes.

25 de janeiro de 1965

É perdido, devido a manobra acrobática,  em Sanzala Quitéria, Angola o T-6G com a matrícula FAP 1706 e o registo USAAF 51-15024.

Perdem a vida o Furriel piloto Jorge Eduardo Pereira Cruz e o Furriel piloto Guido Batista de Jesus Silva Lopes.

21 de abril de 1966

É abatido em ação de combate na serra Jusugombe em Moçambique, o Harvard MK. IV com a matrícula FAP 1745 e registo USAAF 52-8612.

Morre na ocorrência o Alferes piloto José Luís Cabreiro.

19 de maio de 1966

Devido a colisão com o solo é perdido Toto em Angola, o AT-6B com a matrícula FAP 1617 e o registo USAAF 41-17125.

Morrem no desastre o Furriel piloto Carlos Alberto Fradinho do Cruzeiro e o 1º Cabo MMA Diamantino Pereira.

7 de julho de 1966

É perdido em Mueda, Moçambique, devido a colisão com arvoredo, o T-6G com a matrícula FAP 1680 e o registo USAAF 51-14980.

Perde a vida o Alferes piloto José Quirino da Câmara.

13 de março de 1967

É abatido em missão de combate no Monte Majune em Moçambique, o T-6G 1719, registo USAAF 50-1293N.

O tenente piloto aviador Fernando Henrique Silva Alpalhão é a vítima mortal.

15 de março de 1967

O Harvard MK. IV 1775 e o registo USAAF 52-8605, é perdido com colisão com o arvoredo, devido a voo a baixa altitude, em Parada, Bragança.

No acidente morre o Aspirante piloto António Jesus Marcolino de Jesus.

22 de outubro de 1967

Abatido por uma antiaérea é perdido em Metangula, Moçambique o Harvard MK. IV 1739, registo USAAF 52-8603.

Morre na ação de combate o Tenente piloto aviador Manuel Malaquias de Oliveira.

23 de dezembro de 1967

Despenha-se no solo em São Salvador Angola, o Harvard MK.III 1658, registo USAAF 42-44548.

Perde a vida no acidente o Furriel piloto Júlio Agostinho Sousa Magalhães.

8 de março de 1968

O T-6G 1683, registo USAAF 51-14387, é perdido em missão de combate no Toto em Angola.

Morre o Alferes piloto Raul José Caetano Couvreur.

12 de abril de 1968

No decurso de uma missão de combate é atingido em Nova Freixo Moçambique o Harvard MK. IV 1788, registo USAAF 53-4636.

Perde a vida o 2º Sargento MMA Leonel Inácio Quinas.

23 de maio de 1968

É perdido no Negage em Angola o T-6G 1682, registo USAAF 51-15019 devido a colisão com o solo após ter entrado em perda.

Morre no acidente o Alferes piloto Francisco Alberto dos Reis Lino Neto.

11 de junho de 1968

Despenha-se em São Romão, Seia, devido a colisão com arvoredo ao sobrevoar a casa de família, o T-6G 1642 com o registo USAAF 51-15146.
No acidente morre o 1º Cabo piloto Manuel Ferreira Rodrigues.

18 de agosto de 1968

É perdido, por colisão com o solo, em Nacala, Moçambique, o Harvard MK. IV 1752 com o registo da USAAF 52-8559.

No acidente morrem o Furriel piloto Alfredo Joaquim Silva Macedo e o 1º Sargento MMA Rui António Primor.

27 de julho de 1969

Devido a colisão contra o terreno, é perdido na Picada do Sagal em Moçambique, o Harvard MK. IV 1746, com o registo USAAF 53-4615.

Perdem a vida o Capitão piloto aviador Fernando Fernandes e o Tenente piloto aviador Rui Fernando Mozilla de Matos André.

15 de setembro de 1969

É perdido no decurso de uma missão de combate, no Planalto de Mueda em Moçambique, o T-6G 1698 com o registo USAAF 51-14942A

Morrem no ocorrido o Furriel piloto José Eduardo Marques Carapinha e o 1º Cabo MMA Manuel António Portalegre Trindade

5 de outubro de 1969

Devido a colisão contra o arvoredo é perdido o AT-6F 1792, registo da USAAF 44-81785A na região de Teixeira de Sousa em Angola.

Morre no acidente o 1º Cabo MMA Carlos Alberto Fonseca Fialho.

4 de dezembro de 1969

Cai em Canquelifa na Guiné atingido por tiros de antiaérea, o AT-6F 1795, registo USAAF 44-81795.

No ocorrido morre o Furriel piloto Alberto Soares Moutinho.

04 de fevereiro de 1970

Devido a acidente, após manobra acrobática, é destruído na baia de Nacala em Moçambique, o Harvard MK. IV 1732, registo USAAF 52-8557.

Perde a vida no acidente o Furriel piloto João António da Silva de Sousa.
 
02 de março de 1971
Colide com o arvoredo na praia do Furadouro - Ovar, o T-6G 1631 com o número USAAF 51-15153.
Morrem o Alferes piloto João Manuel da Rocha Marques e o Aspirante piloto João A.T. Salgado Oliveira.

21 de agosto de 1971

Cai em Bragança o T-6G 1644, registo USAAF 51-15174.
Perde a vida o Tenente piloto aviador Esau de Jesus Costa Figueiredo.

27 de agosto de 1971

Em ação de combate é perdido no Monte Cusoe, Moçambique, o T-6G 1688, registo USAAF 53-4563.
Falece o Furriel piloto Carlos Manuel do Amaral Queiroz de Mesquita.


21 de setembro de 1971

No decurso de um voo noturno a baixa altitude cai no mar junto à praia de Mira, o T-6G 1644, registo USAAF 51-15175.

Morrem no desastre o Aspirante piloto aviador Manuel Amaral Frias e o Soldado cadete piloto José Herculano Pires Chorão de Carvalho. 


15 de dezembro de 1971

Devido a colisão contra o terreno, em Ponte Luís Dias, Guiné, é destruído o Harvard MK. IV 1756, registo USAAF 53-4630.

O Alferes piloto Humberto Narciso Oliveira Braga Simões perde a vida no acidente.
 

14 de abril de 1972

No decurso de uma ação de combate no rio Rovuma, Moçambique, é perdido o Harvard MK. IV, 1760, registo USAAF 52-8536.

Morre o Capitão piloto aviador Hugo da Assunção Ventura

18 de setembro de 1972

Atingido por tiros de antiaérea, no rio Rovuma em Moçambique, é destruído o T-6G, 1701, registo USAAF 51-15041.

Perde a vida o Furriel piloto Luís Manuel Mendonça Vilela da Mota.
 
07 de novembro de 1972
Colide com o solo, após ter entrado em perda, em Santa Margarida, o T-6G 1785, registo USAAF 53-4626.
Morre o 1º Cabo piloto Carlos Jorge Marques Monteiro.
 
6 de abril de 1973
Um míssil Sam 7, abate, em Guidage, Guiné, um T-6G.

Morre o major piloto aviador Rolando Frederico Mantovani B. Filipe.

3 de setembro de 1973

É perdido no Negage, Angola, o AT-6A, matrícula FAP 1609, registo USAAF 41-16701.

Perdem a vida o Furriel piloto Carlos Jorge Carvalho Silva Rita e o Furriel piloto Manuel Mário Rodrigues Barata.

29 de abril de 1974

Motivado por colisão contra o terreno, em Nova Freixo, Moçambique é perdido o Harvard MK. IV, matrícula FAP 1735 e registo USAAF 52-8589.

O Furriel piloto José Ferreira Pimpão, pede a vida.

7 de maio de 1974

Despenha-se em Nacala, Moçambique o Harvard MK. IV, matrícula FAP 1779 e registo USAAF 53-4621.

No acidente morre o Furriel piloto Ernesto Juvenal Pereira Simões.

12 de maio de 1974

É destruído devido a colisão contra o terreno em Vila Perry, Moçambique o T-6G com a matrícula FAP 1673 e o registo USAAF 51-14467.

Morre o Alferes piloto Tomás Augusto Barros Braz mais um piloto civil.

4 de outubro de 1974

Devido a uma colisão com uma árvore é perdido, em Viseu,  o Harvard MK. III, com a matrícula FAP 1503 e o registo USAAF 41-33581.

Morre o soldado aluno piloto António Carlos Moreira Marques.

4 de fevereiro de 1975

Despenha-se no solo, em Nacala, Moçambique, o Harvard MK. IV com a matrícula FAP 1777 e o registo USAAF 53-4616.

No acidente morrem o Furriel OPCART Luís Manuel Neves Ribeiro e o Furriel piloto Rodrigo Afonso Lourenço da Cunha.
 
15 de abril de 1976
 
Colide com o solo, em Tocha - Cantanhede, o Harvard MK.IIA 1519, registo USAAF 1519.
Perde a vida o Furriel piloto Mário Ângelo da Costa Lopes Almeida.
 
18 de maio de 2003

O Harvard MK. IV com a matrícula FAP 1774 e o registo USAAF 52-8565, pertencente ao Museu do Ar, despenha-se em Sintra após ter entrado em perda devido a uma volta apertada.
Perde a vida o Coronel piloto aviador Francisco Maria Gaspar e o 1º Cabo MMA Fernando P.F. Coelho.

Bibliografia consultada e recomendada 


  • Abecasis, José Krus - Bordo de Ataque – Memórias de uma caderneta de voo e um contributo para a história, I e II volumes - Coimbra Editora – 1985
  • Abreu, Luísa e Ventura, Pedro - De Havilland DHC-1 Chipmunk – 60 Anos de Memórias – FAP
  • Andrade, John M. - Spanish and Portuguese Military Aviation - Midland Counties Publications - 1977
  • C 212 Aviocar, Ao Serviço de Portugal desde 1974 -  Esquadra 401 – FAP – 2011
  • Cann, John P., Plano de Voo Á Africa, O Poder Aéreo Português na Contrassubversão 1961-1974, Comissão Histórico-Cultural da Força Aérea, Maio 2017
  • Cardoso, Edgar Pereira da Costa - História da Força Aérea Portuguesa - volumes I, II e III – Edição Cromolor – 1981/1984
  • Cardoso, Adelino - Aeronaves Militares Portuguesas -  Essencial, 2000
  • Cardoso, Adelino - Aeronaves Militares Portuguesas, Cem Anos de Aviação em Portugal - Fábrica das Letras, Lda. – 2009
  • Carvalho, António C. Mimoso e Tavares, Luís Armando Duarte - Fiat G91 20 Anos na Força Aérea Portuguesa -  Edição dos autores
  • Coutinho, Alexandre e Garcez, André e Mata, Paulo - F-16 Falcões e Jaguares - Edição Autores – 2011
  • Coutinho, Alexandre - Alouette III na Força Aérea - Contra a Corrente - 2013
  • Dez Décadas de Força Aérea – Centenário da Aviação Militar Portuguesa – Comissão Histórico-Cultural da Força Aérea - By the Book – 2016
  • Domingues, Rui e Ferreira, José e Araújo Filipe - T – 6 Lusitanos - Núcleo de Modelismo de Espinho – 2011
  • Fraga, Luis Alves, A Força Aérea na Guerra em África – Angola, Guiné e Moçambique, 1961-1974, Editora Prefácio, 2004
  • Granja do Marquês – Berço da Aeronáutica Militar Portuguesa, Força Aérea Portuguesa, 2009
  • Lopes, Mário Canongia e Costa, José Manuel Rodrigues - Aviões da Cruz de Cristo, 75 anos da Aviação Militar em Portugal – Dinalivro – 1989
  • Lopes, Mário Canongia - Spitfires e Hurricanes em Portugal – Dinalivro - 1992
  • Lopes, Mário Canongia - Os Aviões da Cruz de Cristo – Dinalivro - 2000
  • Panado, Juan Carlos - Casa Aviocar C-212 - Reserva Anticipada Ediciones - 2004
  • Rosado, José Paulo - T – Bird – Lockheed T-33 – Força Aérea Portuguesa - Edição do Autor - 1994
  • Tadeu, Viriato, Quando A Marinha Tinha Asas – Anotações para a História da Aviação Naval Portuguesa 1916-1952 - Edições Culturais da Marinha - 1984
  • Tavares, Luiz Armando e Soares, Armando Jorge - Portuguese Fighter Colours 1919 – 1956 – MPMBooks - 2016;
  • Jornais diários diversos, principalmente Diário de Lisboa, Diário Popular, Jornal A Capital, Diário de Notícias. 
  • Revistas:
    • Ilustração Portuguesa, diversos números
    • Mais Alto, diversos números
    • Armada, diversos números
    • Air Enthusiast 13 – August/November 1980 – Portugal´s Fighters, 1940-1952;
    • Air Enthusiast 31 – July/November 1986 – Portugal´s Thunderjet;
    • Air Enthusiast 40 – September/December 1989 – Latin Lockheed PV-2S;
    • Air Enthusiast 73 – January/February 1998 – Portuguese Military Aviation;
    • Air Enthusiast 75 – May/June 1998 – Portuguese Serials e High-Winged Workhorses;
    • Air International vol. 20 nº 3 – March 1981 – Survival of the Fittest?;
    • Air Magazine nº 65 Novembre/Décembre 2015 - Les Hurricane Portugais de “Angels one Five”; 
  • Contribuições
    •  Arquivo Histórico da Força Aérea;
    • Arquivo Histórico do Exército
  • Principais sítios e blogs utilizados nas pesquisas:



      • Sem comentários:

        Enviar um comentário

        Morane Saulnier MS 233

        Construídos nas Oficinas Gerais de Material Aeronáutico sob licença da Francesa Morane Saulnier, os 16 aviões serviram a Aeronáutica Mi...