Arquivo do blogue

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Dornier Do-27

Do 27 - Crédito:  Museu do Ar - EMFA


Construídos pela Dornier AG da então República Federal da Alemanha, o Do-27 constituiu durante o período das operações militares em áfrica um dos “cavalos de batalha” da Força Aérea Portuguesa, nas diversas utilizações para que foi chamado a intervir.

Entre 1961 e 1979, foram utilizados 146 aviões, a grande maioria fornecidos em diversos momentos pela Força Aérea Alemã – Luftwaffe, em resposta aos pedidos das autoridades políticas e militares portuguesas.

A enorme quantidade de aviões utilizados operacionalmente e as condições extremas em que operaram, traduziu-se num número elevado de perdas por acidente ou em combate, com as inevitáveis consequências humanas.

24 de fevereiro de 1964

O Do-27-A1 com a matrícula FAP 3444 e o registo 139 do fabricante, é atingido por tiros e cai na região de Catió - Guiné, falecendo o piloto Furriel Frederico Manuel Machado Vidal.

16 de maio de 1964

É perdido em Marrupa - Moçambique, numa aterragem noturna o Do-27-A1 com a matrícula FAP 3449 e número de fabricante 237, falecendo o piloto Tenente Fernando Simões da Fonseca Pinho, o Furriel Piloto Artur Manuel Abreu Faria Abreu Faria e mais dois ocupantes.

28 de maio de 1964

Cai no Negage em Angola a Do-27-K2 com a matrícula FAP 3433 e o número de fabricante 2127, tendo o seu piloto Furriel José Alberto da Fonseca Pereira Simões, aprisionado pela FNLA, falecido por doença.

29 de maio de 1965

Um Do-27-K2 com a matrícula FAP 3431, é perdido em Luanda - Angola, após colisão com a água devido a ter entrado em perda, morrendo o piloto Tenente Aníbal Nunes de Magalhães e o 2º Sargento Piloto Manuel Júlio Ferreira Silva.

03 de março de 1966

É perdido na região de Mueda - Moçambique, por colisão com uma árvore, o Do-27-A3 3482, número de fabricante 421,  falecendo o piloto Tenente Joaquim António Braga Gonçalves. Existiram outros 4 feridos.

24 de março de 1966

Despenha-se em Ambrizete - Angola, devido a falta de combustível, o Do-27-A3 com a matrícula FAP 3465 e o número de fabricante 369.

A tripulação composta pelo Furriel piloto António Macedo Matias da Silva, o Tenente piloto Manuel Fernandes Moreira, o Alferes Miliciano SG António Leal Faria e o 2º Sarg. SG Bernardino Conceição Mesquita da Silva e o civil Manuel Pedrosa é capturada e posteriormente executada pelos captores.

06 de abril de 1966

Cai em Tancos - Portugal um Do 27-A3, devido a ter entrado em perda, com a matrícula FAP 3461 a que corresponde o nº. 403 do fabricante.

Morrem o piloto Alferes Armindo Martins Pereira  Brites e o Alferes Piloto José Simão Martins Duarte.

14 de novembro de 1968

Despenha-se em Cantina Dias - Moçambique, após colisão com uma árvore, o Do 27-A1 com a matrícula FAP 3496  e o número de fabricante 169, falecendo o piloto Alferes Agostinho Firmino Borrego Paixão e o 1º Cabo MMA João Carlos Vale da Costa.

20 de dezembro de 1968

Um Do 27-K2, 3435, e número de fabricante 2129, colide com o arvoredo quando voava a baixa altitude, na Serra do Cazundo - Angola.

Perdem a vida no acidente o Alferes Piloto Manuel António Salgueiro Lopes, o Alferes Piloto Vasco Lamy Rodrigues Matias e o 1º Cabo MMA António Duarte Almeida Correia.

26 de outubro de 1970

O Do 27-A1 com a matrícula FAP 3360 e o número de construtor 250, despenha-se no Negage -Angola, após colisão com uma árvore, falecendo o piloto Alferes Armando Manuel Sarmento Costa Martins Bessa.

15 de agosto de 1971

O Furriel Piloto Manuel Paixão Antunes da Silva e o 1º Cabo MMA Domingos Garrido da Silva morrem na queda contra a água, do Do-27-A4 com a matrícula FAP 3421 e o número de fabricante 2135, em Tete - Moçambique.

21 de agosto de 1971

Na sequência de ter entrado em perda colide com o solo em Bragança, o DO-27 com a matrícula FAP 3477, falecendo o Tenente Piloto Esau de Jesus Sousa Poças.

23 de abril de 1972

O Do 27-A1 com a matrícula FAP 3350 e o registo de fabricante 181, cai na região de Cabo Delgado em Moçambique, após embater contra uma ravina.

Morrem no acidente o Furriel Piloto Fernando Modesto Ruas Pereira, 1º Cabo Joaquim Augusto Dias F. Silva, 1º Sarg. José Colaço Ramos, 1º Cabo MELEL Alberto Ribeiro Sequeira, 1º Cabo MARME António Alberto Silva Oliveira, 1º cabo MMA Joaquim A. Pereira Dias e 1º Cabo MAEQ José Eduardo Lopes Coimbra.

11 de maio de 1972

Cai em Pirada - Guiné, após ter entrado em perda, o Do 27-B1 com a matrícula FAP 3447 e o registo de fabricante 223, morrendo o piloto Furriel Carlos Filipe Noronha Ribeiro e o 1º Cabo MMA José Luis Valoura.

12 de agosto de 1972

É perdido em Babadinca- Guiné, por colisão com o solo após ter entrado em perda, o Do 27-A1 com a matrícula FAP 3492 a que corresponde o número 316 do fabricante, falecendo o piloto Alferes Victor Manuel Caldeira Pinto e o 1º Cabo MMA António Rui de Sousa Madeira.

29 de setembro de 1972

O Do 27-K2 com a matrícula FAP 3440, cai em Carinde - Moçambique, após colisão com uma árvore, morrendo no acidente o piloto Furriel João Alfredo Teles Faria dos Santos e o 1º Cabo MMA Alcides José Coelho Ferreira.


Do 27- K2 - sinistrado - Crédito Blogue Clube de Especialistas AB4 - foto de José Sampaio

06 de abril de 1973

É perdido em Talicó - Guiné, abatido por um míssil Sam 7 "Strela", o Do 27-A1 com a matrícula FAP 3333 e o registo de fabrico 355, falecendo o piloto Furriel João Manuel Baltazar da Silva e mais dois tripulantes ( Podem ser o Alferes João Manuel Cantante Santos Silva e/ou 1º Cabo João Agostinho Gonçalves Oliveira Figueira).

06 de abril de 1973

Abatido por um míssil Sam 7 "Strela", cai em Guidaje - Guiné, o Do 27-A1 3470 e o número de fabrico 320, falecendo o  Furriel piloto Fernando António Carvalho Ferreira, o Major Jaime Frederico Mariz Alves Martins, o 1º Cabo enfermeiro Paulo Feliz Fonseca Cóias e outro tripulante (Pode ser o Alferes João Manuel Cantante Santos Silva ou 1º Cabo João Agostinho Gonçalves Oliveira Figueira).

24 de julho de 1973

Cai em Bessa Monteiro - Angola, após colisão com uma árvore, o Do 27-A1 com a matrícula FAP 3363 e o registo de fabrico 265, morrendo o piloto Sargento Victor Ferreira de Campos e o 1º Cabo MMA Jorge Manuel Almeida Maceira.

20 de agosto de 1974

Morrem em Zemba -  Angola num desastre, motivado por ter entrado em perda, com o Do-27-A1, matrícula FAP 3353 e número de fabricante 202, o piloto Furriel Manuel Joaquim Oliveira Macedo, o 1º Cabo MMA Manuel Carlos Silva Evangelista e o 2º Sarg. Samuel Alberto Andrade Freitas falecido posteriormente em sequência dos ferimentos.

15 de dezembro de 1977

Devido a colisão com cabos de alta tensão é perdido no Rio Guadiana, junto a Serpa, um Do-27 com a matrícula FAP 3346.
Perdem a vida o 2º Sargento Piloto Dinis das Dores Baltazar e o Furriel Piloto Francisco Bernardo Martins Braizinha.

01 de maio de 1981

Colide contra o terreno em Évora, um Do 27 pertencente ao Aero Clube Boinas Verdes e com a matrícula CS-AQT.
No desastre perdem a vida o Tenente Piloto Virgílio Faria Assunção, o 1º Sargento Pára Alexandre Pontes, o 1º Cabo Pára Manuel Abílio Russo e um civil.

 
Bibliografia consultada e recomendada 

  • Abecasis, José Krus - Bordo de Ataque – Memórias de uma caderneta de voo e um contributo para a história, I e II volumes - Coimbra Editora – 1985
  • Abreu, Luísa e Ventura, Pedro - De Havilland DHC-1 Chipmunk – 60 Anos de Memórias – FAP
  • Andrade, John M. - Spanish and Portuguese Military Aviation - Midland Counties Publications - 1977
  • C 212 Aviocar, Ao Serviço de Portugal desde 1974 -  Esquadra 401 – FAP – 2011
  • Cann, John P., Plano de Voo Á Africa, O Poder Aéreo Português na Contrassubversão 1961-1974, Comissão Histórico-Cultural da Força Aérea, Maio 2017
  • Cardoso, Edgar Pereira da Costa - História da Força Aérea Portuguesa - volumes I, II e III – Edição Cromolor – 1981/1984
  • Cardoso, Adelino - Aeronaves Militares Portuguesas -  Essencial, 2000
  • Cardoso, Adelino - Aeronaves Militares Portuguesas, Cem Anos de Aviação em Portugal - Fábrica das Letras, Lda. – 2009
  • Carvalho, António C. Mimoso e Tavares, Luís Armando Duarte - Fiat G91 20 Anos na Força Aérea Portuguesa -  Edição dos autores
  • Coutinho, Alexandre e Garcez, André e Mata, Paulo - F-16 Falcões e Jaguares - Edição Autores – 2011
  • Coutinho, Alexandre - Alouette III na Força Aérea - Contra a Corrente - 2013
  • Dez Décadas de Força Aérea – Centenário da Aviação Militar Portuguesa – Comissão Histórico-Cultural da Força Aérea - By the Book – 2016
  • Domingues, Rui e Ferreira, José e Araújo Filipe - T – 6 Lusitanos - Núcleo de Modelismo de Espinho – 2011
  • Fraga, Luis Alves, A Força Aérea na Guerra em África – Angola, Guiné e Moçambique, 1961-1974, Editora Prefácio, 2004
  • Granja do Marquês – Berço da Aeronáutica Militar Portuguesa, Força Aérea Portuguesa, 2009
  • Lopes, Mário Canongia e Costa, José Manuel Rodrigues - Aviões da Cruz de Cristo, 75 anos da Aviação Militar em Portugal – Dinalivro – 1989
  • Lopes, Mário Canongia - Spitfires e Hurricanes em Portugal – Dinalivro - 1992
  • Lopes, Mário Canongia - Os Aviões da Cruz de Cristo – Dinalivro - 2000
  • Panado, Juan Carlos - Casa Aviocar C-212 - Reserva Anticipada Ediciones - 2004
  • Rosado, José Paulo - T – Bird – Lockheed T-33 – Força Aérea Portuguesa - Edição do Autor - 1994
  • Tadeu, Viriato, Quando A Marinha Tinha Asas – Anotações para a História da Aviação Naval Portuguesa 1916-1952 - Edições Culturais da Marinha - 1984
  • Tavares, Luiz Armando e Soares, Armando Jorge - Portuguese Fighter Colours 1919 – 1956 – MPMBooks - 2016;
  • Jornais diários diversos, principalmente Diário de Lisboa, Diário Popular, Jornal A Capital, Diário de Notícias. 
  • Revistas:
    • Ilustração Portuguesa, diversos números
    • Mais Alto, diversos números
    • Armada, diversos números
    • Air Enthusiast 13 – August/November 1980 – Portugal´s Fighters, 1940-1952;
    • Air Enthusiast 31 – July/November 1986 – Portugal´s Thunderjet;
    • Air Enthusiast 40 – September/December 1989 – Latin Lockheed PV-2S;
    • Air Enthusiast 73 – January/February 1998 – Portuguese Military Aviation;
    • Air Enthusiast 75 – May/June 1998 – Portuguese Serials e High-Winged Workhorses;
    • Air International vol. 20 nº 3 – March 1981 – Survival of the Fittest?;
    • Air Magazine nº 65 Novembre/Décembre 2015 - Les Hurricane Portugais de “Angels one Five”; 
  • Contribuições
    •  Arquivo Histórico da Força Aérea;
    • Arquivo Histórico do Exército
  • Principais sítios e blogs utilizados nas pesquisas:



 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Morane Saulnier MS 233

Construídos nas Oficinas Gerais de Material Aeronáutico sob licença da Francesa Morane Saulnier, os 16 aviões serviram a Aeronáutica Mi...