Arquivo do blogue

quarta-feira, 15 de junho de 2016

LVT Aerospace Corp. TA - 7P - Corsair II




TA-7P 5548

Versão de treino do A-7P, recebidos em número de 6, foram utilizados fundamentalmente para treino das tripulações.
 
 
13 de maio de 1994

O Avião TA-7P, matrícula FAP 5548 com o número do construtor A-158, e o Bu.Aer. 153249, tripulado pelo Major Piloto Aviador António José Ramos Leitão e pelo 1º Sargento MMA Fernando Soares Nunes, colidiu contra o terreno em Las Rosas, Girona, Espanha, tendo falecido os dois ocupantes.
 
A aeronave estava incluída em exercícios militares da NATO.





 

LTV Aerospace Corp. A-7P Corsair II




A-7P Corsair II

Construídos na norte-americana Lingo Temco Vought Aerospace Corp., os A-7P Corsair II, chegaram a Portugal em 1981 destinados a operar como avião de apoio a ataque ao solo e em ambiente naval. As 50 unidades recebidas, algumas delas na versão de treino, possuíam muitas limitações no papel de interdição aérea, objetivo então essencial dado o fim de linha dos F-86 Sabre que até aí desempenhavam essa missão.

No entanto outros interesses empurraram para esta solução, a qual não deixou de constituir, mesmo assim, um grande desafio pela tecnologia que possuía e pela missão de ataque a alvos marítimos e terrestres que lhe foi destinada.

Esta plataforma que se manteve operacional até 1999 esteve na origem de muitos acidentes, alguns deles mortais, o que lhe trouxe uma má fama, nomeadamente nos meios jornalísticos.


07 de fevereiro de 1985

Um avião A7 P, com a matrícula FAP 5518 e o número de fabricante A-146, pilotado pelo Tenente Coronel Piloto aviador Graça e Melo, despenhou-se no Mar em frente a Vieira de Leiria, por causas não apuradas, embora apontem para falha de consciência do piloto. O corpo e o aparelho nunca foram recuperados.




in Diário de Lisboa
 
 
 

5518 nas cores originais da U.S. Navy e a matrícula 153237 
 
 
26 de maio de 1986

Um avião A7 P, com a matrícula FAP 5535 e o número de fabricante A-149, pilotado pelo Major  Piloto aviador Armando Manuel Teixeira Marques entrou em colisão com o A 7P 15543, perto de Pocariça, Maceira, tendo falecido o piloto. No acidente faleceu ainda uma habitante local atingida diretamente pelos destroços de um dos aviões.   O piloto ejetado neste acidente, Capitão Piloto Aviador Fernando Marques Ferreira,  veio a falecer mais tarde no acidente do dia 27 de março de 1987 com o A 7P 5541.





in Diário de Lisboa





5535 com as cores originais da U.S. Navy e com a matrícula 153240

27 de março de 1987

Um avião A7 P, com a matrícula FAP 5541 e o número de fabricante A-188, com o número de fabricante A-188 e a matrícula original U.S.Navy  154349,  pilotado pelo Capitão Piloto Aviador Fernando Marques Ferreira, colidiu com uma elevação do terreno em Leiranço - Boticas, Chaves, tendo falecido o piloto.





in Diário de Lisboa


04 de dezembro de 1989

Um avião A7 P, com a matrícula FAP 5510 e o número de fabricante A-061 com a matrícula original U.S.Navy 153152, pilotado pelo Tenente Coronel Piloto aviador Joaquim Augusto dos Santos Soares, despenhou-se contra o terreno perto de Vila Viçosa, falecendo o piloto.  No acidente ficaram ainda ligeiramente feridos três trabalhadores rurais que se encontravam próximos do local do embate.





in Diário de Lisboa


29 de abril de 1992

Um avião A7 P, com a matrícula FAP 5523,  número de fabricante A-068 e com a matrícula inicial da U.S.Navy 153159, pilotado pelo Capitão Piloto aviador António José Henrique dos Santos, despenhou-se contra o terreno cerca da Base Aérea 6 - Montijo, falecendo o piloto. O avião terá sofrido um "bird strike", tendo o piloto tentado chegar à pista, evitando assim cair sobre a zona habitacional. Infelizmente acabou por se despenhar a  poucas centenas de metros do início da pista tendo falhado o sistema de ejeção.

 


A 7P 5523



 

Vickers Valparaiso

 Vickers Valparaiso - crédito EMFA Adquiridos à fábrica inglesa Vickers em número de catorze, distribuídos pela versão I (motor Na...

As + vistas