quarta-feira, 15 de junho de 2016

LVT Aerospace Corp. TA - 7P - Corsair II

13 de maio de 1994

O Avião TA-7P, matrícula FAP 5548 com o número do construtor A-158, e o Bu.Aer. 153249, tripulado pelo Major Piloto Aviador António José Ramos Leitão e pelo 1º Sargento MMA Fernando Soares Nunes, colidiu contra o terreno em Rosas, Girona, Espanha, tendo falecido os dois ocupantes.
A aeronave estava incluída em exercícios militares da NATO.


TA-7P 5548







Crédito: Arquivo Histórico da Força Aérea e diversos sites relacionados com a aviação.

LTV Aerospace Corp. A-7P Corsair II



A-7P Corsair II


07 de fevereiro de 1985

Um avião A7 P, com a matrícula FAP 5518 e o número de fabricante A-146, pilotado pelo Tenente Coronel Piloto aviador Graça e Melo, despenhou-se no Mar em frente a Vieira de Leiria, por causas não apuradas, embora apontem para falha de consciência do piloto. O corpo e o aparelho nunca foram recuperados.


Noticia do Diário de Lisboa
 
 
 
5518 nas cores originais da U.S. Navy e a matrícula 153237 
 
 
26 de maio de 1986

Um avião A7 P, com a matrícula FAP 5535 e o número de fabricante A-149, pilotado pelo Major  Piloto aviador Armando Manuel Teixeira Marques entrou em colisão com o A 7P 15543, perto de Pocariça, Maceira, tendo falecido o piloto. No acidente faleceu ainda uma habitante local atingida diretamente pelos destroços de um dos aviões.   O piloto ejetado neste acidente, Capitão Piloto Aviador Fernando Marques Ferreira,  veio a falecer mais tarde no acidente do dia 27 de março de 1987 com o A 7P 5541.



Noticia do Diário de Lisboa




5535 cos cores originais da U.S. Navy e com a matrícula 153240

27 de março de 1987

Um avião A7 P, com a matrícula FAP 5541 e o número de fabricante A-188, com o número de fabricante A-188 e a matrícula original U.S.Navy  154349,  pilotado pelo Capitão Piloto Aviador Fernando Marques Ferreira, colidiu com uma elevação do terreno em Leiranço - Boticas, Chaves, tendo falecido o piloto.



Noticia do Diário de Lisboa






04 de dezembro de 1989

Um avião A7 P, com a matrícula FAP 5510 e o número de fabricante A-061 com a matrícula original U.S.Navy 153152, pilotado pelo Tenente Coronel Piloto aviador Joaquim Augusto dos Santos Soares, despenhou-se contra o terreno perto de Vila Viçosa, falecendo o piloto.  No acidente ficaram ainda ligeiramente feridos três trabalhadores rurais que se encontravam próximos do local do embate.



Noticia do Diário de Lisboa



29 de abril de 1992

Um avião A7 P, com a matrícula FAP 5523,  número de fabricante A-068 e com a matrícula inicial da U.S.Navy 153159, pilotado pelo Capitão Piloto aviador António José Henrique dos Santos, despenhou-se contra o terreno cerca da Base Aérea 6 - Montijo, falecendo o piloto. O avião terá sofrido um "bird strike", tendo o piloto tentado chegar à pista, evitando assim cair sobre a zona habitacional. Infelizmente acabou por se despenhar a  poucas centenas de metros do início da pista falhando a ejecção.




A 7P 5523







Créditos: Arquivo Histórico da Força Aérea; Diário de Lisboa; Fundação Mário Soares e diversos sites relacionados com a aviação.


Consolidated B-24D-95-CO

26 julho 1944



B - 24


O avião Consolidated B-24 com a matrícula da aeronáutica militar L-2 e com o número de registo da USAF 42-40783, despenhou-se em Lisboa na então e hoje denominada Quinta das Conchas ao Lumiar, por avaria de um dos seus quatro motores ou eventual pane seca. No acidente faleceram sete militares e um civil, tendo ficado ainda feridos mais seis militares.

Falecidos no acidente: Capitão Ajunto Ernesto Armindo Felgueiras e Sousa; Tenente Carlos Alberto Martins - piloto-; primeiro Sargento António Joaquim Rosado Baleizão; primeiro Cabo Luiz Telo Martins Amorim; primeiro Cabo António Santos; Soldados José Ferreira da Costa e Ricardo Castro Santos; Civil José Joaquim Lopes Oliveira e o Tenente Teobaldo Fernandes Mestre.

Desfile militar
 

Créditos: D.L. de 27-07-1944; Fundação Mário Soares e outras fontes na internet

Helldiver SB2C-5

Construídos pela Norte Americana Curtiss, os Helldiver vieram para Portugal para equipar a Aviação Naval em número de 24, tendo ...