Farman F-40

08 de setembro de 1917

O Farman F-40 - Matrícula F-3, recém chegado a Moçambique foi destruído em colisão contra o terreno em Mocímboa da Praia com a morte do Alferes Jorge Gorgulho. É historicamente referido como a primeira vitima mortal na história da aviação militar em Portugal.





07 de dezembro de 1917




Farman F-40


O Farman F-40 tripulado pelos Tenente António Caseiro e Tenente Coronel Martins Lima é atingido por disparos de armas ligeiras em Lisboa, na zona do parque Eduardo II, tendo caído perto do Areeiro. Na queda faleceu o Tenente Coronel Martins Lima, o piloto Tenente António Caseiro ficou ferido com gravidade, tendo acabado por falecer no dia 13 de dezembro no hospital da Marinha em Lisboa.



Jornal A Capital 

Jornal A Capital 



Créditos: Jornal a Capital; Hemeroteca Digital CML; Aeronaves Militares Portuguesas; Adelino Cardoso; Arquivo Digital Força Aérea; Site Wings Pallet; Blogue Ex-OGMA e outras fontes na Internet

Comentários

  1. No museu do Mosteiro da Batalha existe uma maqueta com os seguintes dizeres: "Maqueta do avião Caudron G3 em que perdeu a vida o Alf/aviador Jorge Gorgulho (20 de Agosto de 1917)"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela sua participação, mas, infelizmente, a informação prestada na maqueta não se encontra correta.
      Foi de facto num Farman F-40 que o Alferes Jorge Gorgulho perdeu a vida.

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

LTV Aerospace Corp. A-7P Corsair II

Alouette III

Casa C-212 Aviocar