Arquivo do blogue

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Helldiver SB2C-5


 



Construídos pela Norte Americana Curtiss, os Helldiver vieram para Portugal destinados a equipar a Aviação Naval, em número de 24, tendo voado entre 1950 e 1958.

A partir de 1952 com a criação da Força Aérea Portuguesa, os Helldivers foram nesta integrados.

Insuficientemente utilizados, acabaram sem honra nem glória quando pelas suas caraterísticas podiam ter sido aproveitados para o conflito colonial que então se anunciava.

17 de novembro de 1954

É perdido na localidade de Palhais, Barreiro, por colisão com o solo em voo a baixa altitude o Helldiver com a matrícula naval AS-6 falecendo no acidente o 1º Cabo Piloto Manuel Francisco Evans de Carvalho.


In Diário de Lisboa

07 de outubro de 1958

Despenha-se em Lousada, perto do Porto,  o Helldiver com a matrícula naval AS-11 e o registo da USNavy 83573.
No acidente perdem a vida o Furriel Piloto Jaime Adriano da Silva Carvalho e o 1º Cabo Radio Telegrafista Serafim Augusto Freitas de Sousa.
 

In Diário de Lisboa
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Vickers Valparaiso

 Vickers Valparaiso - crédito EMFA Adquiridos à fábrica inglesa Vickers em número de catorze, distribuídos pela versão I (motor Na...

As + vistas