Arquivo do blogue

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Blackburn Shark IIA





Blackburn Shark

Entre 1936 e 1938, a Aviação Naval utilizou 6 unidades, equipadas com flutuadores. Estes aviões foram construídos na Grã-Bretanha na Blackburn Aeroplane & Motor Co. Ltd.

24 de março de 1938

O hidroavião Blackburn Shark IIA, da Aviação Naval Portuguesa, com a matricula 5, encontrava-se naquela fatídica manhã a sobrevoar o Tejo em voo de treino junto à doca de Santo Amaro, quando por uma falha estrutural se despenhou no Tejo, arrastando para a morte o piloto Tenente António Gonçalves.

Prontamente socorridos por embarcações que se encontravam no rio, foram resgatados das águas o mecânico Joaquim Palma e o telegrafista Joaquim Nascimento.







In Diário de Lisboa




Parte da frota do Blackburn Shark na Aviação Naval





Sem comentários:

Enviar um comentário

Vickers Valparaiso

 Vickers Valparaiso - crédito EMFA Adquiridos à fábrica inglesa Vickers em número de catorze, distribuídos pela versão I (motor Na...

As + vistas